Menu fechado

Como Obter Certidão Negativa TJMT





Para quem é do Estado do Mato Grosso, e precisa retirar uma Certidão Negativa TJMT, ou seja junto ao poder judiciário, especificamente o Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJMT), pode realizar esse procedimento pela internet.

Nas mais diversas situações, a Certidão Negativa, mais conhecida por “nada consta”, é um documento necessário para quem vai assumir um novo emprego ou tomar posse em um Concurso.

De posse desse documento, o cidadão consegue comprovar que não consta nada contra ele perante a Justiça Estadual.




Se o problema for dificuldades na hora retirar a CN, esse artigo tem o objetivo de mostrar um passo a passo simples para ajudar quem ainda tem dúvidas ou dificuldades.

Como Emitir A Certidão Negativa TJMT?

Como Emitir A Certidão Negativa TJMT?

É importante lembrar que a Certidão Negativa de segunda instância é o documento emitido para as pessoas que precisam dele para assumir um novo emprego, tomar posse em um concurso público ou participar de alguma concorrência pública.

Essa documentação se destina a quem não responde nenhum processo na Justiça, e a solicitação pode ser feita diretamente no site do TJMT.

Já as certidões negativas de 1º Grau, são destinadas a quem tem alguma pendência com o judiciário, mas que não é impedimento para tirar a CN. É mais indicado para uso dos advogados, por isso envolve mais questões, devido também aos custos processuais.

Esse documento é emitido pelo site do TJMT. Quando é feito o pagamento, a certidão é emitida em até 48 horas.

O Que É Certidão Negativa TJMT?

A Certidão Negativa é um documento emitido pelo poder judiciário brasileiro, conforme está previsto no artigo 5º da Constituição.

Pode-se dizer que a CN, popularmente conhecida como “Nada Consta”, é essencial na vida cotidiana, pois permite que o cidadão possa exercer um direito ou prestar esclarecimentos para situações de interesse pessoal.

O serviço começou a ser ofertado de forma online à população desde maio de 2011.

Como Emitir Certidão De 1º E 2º Grau?

Para fazer a emissão da Certidão Negativa, antes de tudo é preciso entrar no site do TJMT e fazer o seguinte passo a passo:

1. Ir na aba “Serviços”, em seguida clicar no atalho “Guias”, e será feito um redirecionamento para o link da Coordenadoria Financeira do TJMT;
2. Logo após, o usuário deve selecionar a opção “Emitir Guia”, em seguida “Certidão Negativa Segunda Instância”;
3. Ao preencher os dados, o documento será emitido.

Como Emitir Certidão De 1º E 2º Grau? (Fonte: Print Site TJMT.)

As certidões de primeiro grau antes já eram emitidas pela internet, através do Sistema de Expedição de Certidão (CEC). Quando o pagamento é confirmado, em 48 horas a certidão é liberada.

O passo a passo para essas certidões é o seguinte:

1. Ao abrir o SEC, clicar em “Certidão de 1º Grau”. Em seguida vá até “Certidão com Busca avançada” (pessoas físicas ou jurídicas), e insira os dados solicitados;
2. Seguindo o procedimento, é feita uma simulação das custas de pessoas jurídicas, antes de criar o pedido, clicando em “Simular Custas” no fim da tela;
3. O sistema vai mostrar uma pequena tela de descrição com determinados valores, relacionados ao trâmite judicial (Custas, gratuidades e outras);
4. Finalizar o pedido no botão “Criar Pedido”. O sistema vai mostrar uma mensagem de “Pedido emitido com sucesso”;
5. Caso queira ver mais informações sobre a certidão solicitada, é possível saber mais clicando em “Acompanhar pedido”. Nessa aba tem como visualizar o número do pedido, o requerido, data da solicitação, status da solicitação e menu de navegação.

Conclusão

A Certidão Negativa, mais conhecida por “nada consta”, é um documento necessário para quem vai assumir um novo emprego ou tomar posse em um concurso, por exemplo.
De posse desse documento, o cidadão consegue comprovar que não consta nada contra ele perante a Justiça.

Mostramos como emitir a CN e explicamos que o documento pode ser liberado na hora, em caso de Certidão de segunda instância, ou em até 48 horas, para as de 1º Grau.

Este artigo é meramente informativo, ou seja, não possui nenhum vínculo com a empresa que oferece o serviço, e que, por acaso, poderá ser citada no decorrer do artigo. Não isentamos a busca de informações no site oficial da operadora.